Ainu

De Nikkeypedia

Construção Aino
Construção Aino
, muito similar as malocas indígenas

Os ainos (アイヌ) são um povo caucasiano mas com características mongólicas, atualmente disperso pela ilha de Hokkaido (Japão) e Ilhas Curilhas e Sacalina (Rússia). O mais provável é que sejam descendentes do povo habitante autóctone do Japão, responsável pela cerâmica conhecida como cerâmica Jomon, tendo sido então desterrado para as regiões setentrionais do arquipélago e para as ilhas vizinhas, até então desabitadas, a partir da chegada de correntes imigratórias de povos mongólicos da península coreana e adjacências chinesas, que seriam os ancestrais do atual povo nipônico.

A partir do século XVIII com o fim do xogunato e a Restauração Meiji, os ainus passaram a sofrer uma série de medidas restritivas e persecutórias: imposição de nomes japoneses, multas pelo uso de sua língua em público, cassação de direitos políticos, proibição de cerimônias religiosas. Após a década de 70, o povo aino começou a retomar suas tradições. A epopéia aino, o Ainu-Rakkur, vem tendo diversas reedições; a cerimônia do urso voltou a ser praticada; os últimos Rakkara passaram a ser constantemente requisitados para assessoria em estudos lingüísticos e antropológicos; a Sapporo Daigakku já conta com uma secção de estudos ainus. Muitos ainos têm requerido o acréscimo da palavra "aino" após o sobrenome japonês imposto às suas famílias no decorrer do século XX, ou do ideograma de "zoku" (clã ou etnia em japonês).

Foto dos ainos tirada no ano de 1904
Foto dos ainos tirada no ano de 1904


Os primeiros estudos científicos sobre os ainos foram levado a termo por John Batchelor, pesquisador de cultura japonesa e afro-americana.

Predefinição:Esboço-antropologiaja:アイヌ


[editar] Predefinição:Ligações externas

  • [1]- Nikkeyweb
  • [2]- Wikipedia
Ferramentas pessoais